300 x 250 Ad Space

Pages

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Hortolandia - O Braço direito em TI da Região Metropolitana de Campinas

Hortolandia esta se desenvolvendo de tal forma, onde a demanda para bens imobiliários vem surpreendendo a cidade, de tal forma que obrigou o prefeito a vetar por 12 meses qualquer lançamento imobiliário na cidade.

A decisão foi tomada para reestruturação da cidade no quesito, escolas, creches e saneamento básico. A cidade recebe por ano várias multinacionais que buscam ela devido a sua localização estratégica com fácil acesso as rodovias, Bandeirantes, Dom Pedro, SP 101 e Anhanguera, além de estar próxima do Aeroporto Viracopos.



Acompanhe a matéria abaixo - Hortolandia é sem dúvidas o braço direito do TI na RMC.

Prefeitura traz para Hortolândia gigante na fabricação de mídia
empresa-arvato-002

Gravadora Sony BMG, Disney e Microsoft estão entre os principais clientes da empresa que pertence ao grupo alemão Bertelsmann

A Arvato Digital Service, divisão do grupo Bertelsmann, uma das maiores corporações de mídia do mundo, inicia as atividades em Hortolândia, a partir de julho. Há 50 anos no mercado, a empresa atua na fabricação de mídia, embalagem e na prestação de serviços digitais para música, filmes e vídeos, editoras, jogos e indústria de software. O anúncio foi feito, esta semana, durante reunião com o prefeito Angelo Perugini, representantes da empresa e o secretário de Planejamento Urbano e Desenvolvimento, Dimas Correa Pádua. A Arvato vai gerar, até o final deste ano, pelo menos 50 empregos diretos.

Perugini frisou que a empresa chega ao município num momento oportuno e de muito desenvolvimento econômico e social. O prefeito se colocou à disposição da corporação para agilizar o trâmite burocrático para a instalação da Arvato. “Somos parceiros de vocês que vão contribuir para o desenvolvimento de nossa cidade, gerar empregos e mais arrecadação para o município investir em obras e serviços”, disse o prefeito durante a reunião.

Em Hortolândia, a Arvato Digital Service vai funcionar numa área de três mil metros quadrados, num condomínio empresarial localizado no Jardim Rosolen, às margens da Rodovia SP-101. A empresa não divulga o valor investido na planta de Hortolândia que servirá de piloto para outras unidades do grupo do exterior. Na primeira fase de operação, a Arvato Digital Service será responsável pela impressão dos materiais gráficos, CD´s e DVd´s da empresa Dell Computadores. A empresa venceu a concorrência aberta pela multinacional para contratar o prestador de serviço. A meta da Arvato é produzir cinco mil kits de computadores por dia.

Num segundo momento, vai comprar e disponibilizar para a Dell acessórios para computadores, cujos kits serão montados pela Dell. Na terceira fase oferecerá também o serviço de montagem para a Dell. “Esse é o grande case mundial do grupo. É o maior projeto, marcado pela inovação, estamos criando um novo business aqui em Hortolândia”, afirma o supervisor de negócios da Arvato, Nilson Cezar Binatti.

No Brasil, a empresa tem uma unidade em Manaus e outra em São Paulo, onde se concentra o parque industrial da Arvato. Entre as atividades da Arvato estão impressão digital, masterização de CDs, autoração de DVDs, replicação de mídias, impressão gráfica e montagem de kits multimídia. Além de Hortolândia uma nova unidade da corporação está em implantação na Colômbia.

O braço da gigante européia Bertelsmann, no Brasil, tem clientes de peso como a Microsoft, Sony BMG, Casas Bahia, Coca Cola, Goodyear, Dell Computadores, Agência CVC Turismo, Batavo e Disney. No futuro, a intenção dos empreendedores é centralizar a planta industrial da empresa em Hortolândia e deixar em São Paulo apenas os setores comercial e de pré-impressão.

De acordo com o secretário de Planejamento Urbano e Desenvolvimento Econômico, Dimas Correa Pádua, a instalação da empresa coloca Hortolândia em visibilidade para o mundo. “É a gigante do setor na Europa. Além de ampliar nossa empregabilidade vai gerar mais receita para o município com impostos como ICMS e IPI. Será uma vitrine de Hortolândia para o mundo”, comemora Pádua.

Empresa priorizará mão-de-obra de Hortolândia

A Arvato realizará a seleção de funcionários para atuar na empresa em parceria com a Prefeitura, por meio do Programa Mundo do Trabalho, realizado pela Secretaria de Planejamento Urbano de Desenvolvimento Econômico. De acordo com o secretário de Planejamento Urbano e Desenvolvimento, Dimas Correa Pádua, serão contratados profissionais nas áreas de montagem e embalagem.

O Programa Mundo do Trabalho recebeu, nos últimos três anos, três mil currículos que são disponibilizados às empresas do município para contratação de mão-de-obra. “Encaminhamos 100 currículos com o perfil solicitado pela Arvato para participar da seleção”, disse Pádua.

Desde 2005, mais de 10 mil novos postos de trabalho foram criados em Hortolândia com a chegada de novas empresas, fruto da nova política de desenvolvimento econômico. Os novos empregos derrubaram a taxa de desemprego que, em janeiro de 2005 era 17,2% da PEA (População Economicamente Ativa), para 4%.

Também melhorou a renda média per capita do trabalhador, que passou de R$ 870 para R$ 1.200, o que resultou na ampliação do poder de consumo da população. “Nosso foco é ser humano, então o desenvolvimento econômico do município tem que estar aliado à evolução social, a valorização dos nossos trabalhadores”, afirma o prefeito Angelo Perugini.

Oitava economia mais dinâmica do País

Hortolândia é o oitavo município mais dinâmico economicamente do País. É o que aponta o Atlas do Mercado Brasileiro 2008, publicado pelo jornal Gazeta Mercantil, divulgado esta semana. Este ano, o município subiu quatro posições no ranking nacional, graças às ações da Prefeitura para promover o desenvolvimento econômico e social. Em 2007, na oitava edição do Atlas, o município ocupava o 12º lugar no ranking. No Estado de São Paulo, Hortolândia aparece como a quarta economia mais dinâmica.

Em sua 9ª edição, o Atlas mapeou o perfil de consumo das 300 maiores cidades brasileiras. A pesquisa, realizada pela Florenzano Marketing, avaliou nos municípios os indicadores de IPC (Índice de Potencial de Consumo), além de investimentos sociais em saúde, educação, saneamento básico, educação, ciência e tecnologia. Para medir o potencial de consumo dos municípios foram pesquisados 46 itens de produtos e serviços inclusive todas as despesas com manutenção das famílias, que engloba itens de aumento de patrimônio, como a compra de veículo e casa própria, além de alguns gastos relativos a atividade profissional ou realizados com finalidade de negócio.


Acesse: http://www.hortolandia.com/novo_site/index.php?option=com_content&task=view&id=1160&Itemid=203


ATT. OLEGÁRIO - ABYARA
(19) 8850-4679

0 comentários:

Postar um comentário